Não é errado tentar algo diferente e falhar. Errado é fazer as mesmas coisas esperando que o resultado final seja diferente.

Nesse ano de 2012 eu tentei, me esforcei o quanto pude, e infelizmente não obtive os resultados esperados. Faz parte da vida. Agora o jeito é – novamente – tentar algo diferente. E isso eu sei fazer!

Por isso chegou a hora de analisar o meu mapa de opções, para seguir os trilhos que melhor guiarem minha vida profissional e pessoal na direção dos meus conhecimentos e sonhos. Será uma nova jornada, tentando o diferente, enfrentando os desafios, sem medo de falhar. Porque vivendo eu aprendi e continuarei aprendendo a viver.

E se eu cair, eu tenho capacete para me proteger, seja de obra, de bike ou de automobilismo. 😉

Mari.