O atual diagnóstico do meu filho, Arthur, é de “Transtorno Global do Desenvolvimento com características de Autismo”.

Devido a sua pouca idade, ainda não está fechado um grau de autismo, que pelo manual médico DSM-5 seria leve, moderado ou severo; e pelo CID-10 seria Asperger, autismo atípico ou autismo clássico, respectivamente.

Mas na realidade isso são apenas rótulos! O importante agora é a intervenção precoce para “reorganizar” a estrutura cerebral do Arthur, criando novas conexões que possibilitem reduzir seus atrasos de desenvolvimento.

O Arthur apresenta aproximadamente 1 ano de atraso na fala, comunicação e interação social, além de uma série de outras características de Autismo.

Por isso amanhã vamos iniciar a músicoterapia, para que esse atraso não se acumule com o passar do tempo, pois se hoje ele tem 2 anos e meio com desenvolvimento de 1 ano, se nada for feito ele poderá chegar aos 10 anos com desenvolvimento de 5 anos.

Também vale ressaltar que muitos estudos comprovam que o bilinguismo não provoca atraso de fala, e muito menos todas as outras características que nós pais, vários médicos e pedagogos observamos no Arthur durante esses 6 meses de diagnóstico, fundamentados em muitos testes e muitos questionários.

Mariana Espada.